Google é multada em R$ 37 milhões na Suécia

1 min de leitura
Imagem de: Google é multada em R$ 37 milhões na Suécia
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Google foi multada em R$ 37 milhões  (75 milhões de coronas) na Suécia, após as autoridades do país considerarem que a companhia americana tem infringido as leis de proteção de dados locais.

O Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR, na sigla em inglês) entrou em vigor na União Europeia em 2016. De lá para cá, empresas e organizações precisaram rever suas práticas para lidar com os dados dos usuários, a fim de priorizar sua privacidade.

Uma das determinações do GDPR, é que os usuários possam solicitar a exclusão de resultados de buscas que tenham relação pessoal com eles, como uma pesquisa feita com seus nomes e que mostra links para redes sociais, por exemplo.

Fonte: Pixabay/ReproduçãoFonte: Pixabay/ReproduçãoFonte:  Pixabay 

A Autoridade Sueca de Proteção de Dados (DPA, na sigla em inglês) verificou que há listas pendentes que a Google precisa excluir, desde 2017.

Após duas auditorias, que foram realizadas ao logo de quatro anos, o DPA concluiu que a Google não tem cumprido com o que é exigido pelas leis. A companhia remove os resultados de buscas, porém, avisa aos sites para que eles troquem as URLs relacionadas, o que permite que os mesmos resultados voltem a aparecer novamente.

Diante dessa prática, o DPA entendeu que a Google não obedece fielmente ao GDPR e, portanto, aplicou uma multa de R$ 37 milhões na empresa, que tem até três semanas para recorrer da decisão.

Google é multada em R$ 37 milhões na Suécia