'Sindicato dos youtubers' ameaça processar a Google se não houver diálogo

1 min de leitura
Imagem de: 'Sindicato dos youtubers' ameaça processar a Google se não houver diálogo
Avatar do autor

A YouTubers Union, um grupo formado por cerca de 20 mil criadores de conteúdo do YouTube, ameaçou processar o site de vídeos e a Google, caso a empresa se recusasse a se reunir com eles. A organização vinha tentando manter diálogo com a Google há um ano e meio, sem sucesso.

Neste mês de agosto, a YouTubers Union se juntou ao IG Metall, um dos maiores e mais antigos sindicatos do mundo. Em poucos dias a organização passou a ter uma importância que vinham buscando desde sua fundação. O IG Metall é reconhecido por ter um histórico com questões trabalhistas e muita bagagem jurídica, além de dispor de recursos para investir nas ações.

Fonte: Pixabay/Reprodução

Só após a junção do YouTubers Union com o IGT Metall, a Google resolveu se reunir com a organização numa decisão tomada às pressas. O encontro acontecerá no escritório da companhia em Berlim, na Alemanha.

Um porta voz da Google, no entanto, já afirmou que a reunião será apenas para que a empresa possa ouvir as reclamações do YTU, mas que não há espaço para que eles cedam às exigências da organização.

Jörg Sprave, fundador e porta-voz da YUT disse que já ficou muito feliz com a oportunidade de ser, ao menos, ouvido pela Google, mas que ainda há uma longa estrada a ser percorrida.

Para a segunda presidente do IG Metall, Christiane Benner, a pressão que eles colocaram no YouTube valeu a pena. Agora, eles estão ansiosos pela oportunidade de saber quais são os planos da Google em relação à plataforma de vídeos e como eles vão impactar os criadores de conteúdo.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
'Sindicato dos youtubers' ameaça processar a Google se não houver diálogo