Um australiano de 21 anos foi preso pela polícia por ser o responsável por um site que vendeu senhas roubadas de cerca de 1 milhão de contas da Netflix, do Spotify, do Hulu e outros serviços. O jovem por trás do WickedGen.com – site que continha mais de 120 mil usuários – chegou a conseguir com esse crime em torno de 300 mil dólares australianos, o equivalente a R$ 812 mil.

As senhas eram roubadas dos usuários para serem vendidas para outras pessoas acessarem as plataformas, o que, obviamente, é proibido pela lei

A polícia federal australiana conseguiu fazer a prisão seguindo pistas descobertas pelo FBI, que já investigava o problema. Uma declaração dada pela instituição afirmou: “Os detalhes da conta foram obtidos por meio de preenchimento de credenciais, que mostram uma lista de nomes de usuários roubados ou vazados anteriormente, endereços de email e senhas correspondentes reutilizados e vendidos para acesso não autorizado”.

Muitos usuários desses serviços de streaming compartilham seus logins de acesso – o que não é considerado crime. No caso em questão, as senhas eram roubadas dos usuários para serem vendidas para outras pessoas acessarem as plataformas, o que, obviamente, é proibido pela lei.

Cupons de desconto TecMundo: