Recentemente, foi colocado no ar o site This Person Does Not Exist, uma página que utiliza de um algoritmo que recolhe pedaços de vários rostos para criar pessoas que, como o título diz, não existem. Por um tempo, a diversão era ficar atualizando a página para ver as novas criações, mas alguém resolveu recriar o algoritmo, só que dessa vez com gatos.

Chamado This Cat Does Not Exist, o site usa o mesmo príncipio do outro: buscar elementos de diferentes gatos para criar felinos que não existem. Até aí, nada de errado, já que a página poderia criar gatinhos fofos baseado no que aprendeu, mas muitos dos resultados são dignos de pesadelos, não funcionando tão bem quanto a versão com humanos.

Assim como a versão com humanos, o algoritmo usado aprende como um gato deveria se parecer, procurando pela internet elementos que possam ajudar na criação de uma nova imagem. Isso é possível através de uma tecnologia desenvolvida pela Nvidia, que pretende refinar a criação de uma inteligência artificial a cada novo uso. Enquanto para rostos, a experiência parece ter funcionado relativamente bem, para gatos, é possível ver animais com cinco patas, tortos, com um corpo dividido em duas partes, entre outros.

Imagem: Reprodução/This Cat Does Not Exist

Nem tudo é sofrimento, já que alguns gatinhos criados pelo site conseguem ser bastante bonitos, mas eles são a minoria. Para dar uma olhada e tentar achar um gato bonito (ou bizarro), clique aqui para visitar a página.