Você já parou para pensar como a produção de séries e filmes não evoluiu tanto quanto poderia através dos anos? Pois a Netflix aparentemente está sentindo isso um bocado desde que começou a trabalhar com suas produções originais. Prova disso foi que, segundo a revista Variety, o serviço está desenvolvendo seus próprios aplicativos para ajudar na organização de todo esse processo.

A ideia é que, com os apps, a empresa seja capaz de simplificar desde o gerenciamento da equipe ao agendamento de uma gravação, bem como uma maneira de acompanhar o orçamento de toda a produção. É um salto e tanto considerando que atualmente todo o processo envolve o uso de papel e caneta para praticamente tudo isso, da organização do set à distribuição do script.

É importante frisar também que um dos aplicativos já está em testes nas produções do Netflix desde novembro – mais exatamente, usado pela primeira vez nas gravações da segunda temporada de Glow – e já participou de dez projetos diferentes.

MoveAcima, uma demonstração do aplicativo em uso

Com o nome de Move, a ferramenta permite todo o controle citado acima, com direito a mensagens em email e SMS para avisar quaisquer mudanças no cronograma e a disponibilização na forma de um app web progressivo, para que não seja necessário nem mesmo baixar o software.

Uma luta contra a indústria

Embora tenha grandes ambições de trazer o projeto para cada vez mais produções, vale dizer que o app tem um enorme inimigo pela frente. “Há uma razão para o porquê desta indústria não ter adotado essa tecnologia como a forma que outra indústrias fizeram”, disse Amie Tornincasa, gerente de tecnologia de estúdio da Netflix, em uma menção a outras tentativas frustradas de trazer esses processos para o mundo digital.

A companhia nota, no entanto, que seus esforços querem substituir os processos de maneira muito mais sutil, além de disponibilizar a ferramenta para um maior número de empresas. Assim eles não apenas evitam criar uma barreira a ser forçada para as produções, como também têm a chance de estabelecer o sistema como padrão para a indústria, no lugar de limitá-la a equipes de poucos estúdios.

No fim das contas, visto que isso deve melhorar a maneira como filmes são feitos, nós só temos a ganhar. Então torçamos que eles tenham mais sucesso ainda com a obra.