O criador do site MegaUpload, que teve seu site derrubado pelo FBI por armazenar conteúdo pirateado e ainda pode ser extraditado para os Estados Unidos, estaria processando o governo neozelandês pela destruição de seus negócios, perda de reputação, perda de oportunidades de negócios, custos legais e perda de oportunidades na residência que alugava para morar. As informações foram apuradas pela BBC por meio de documentos legais e o valor que Kim Dotcom estaria pedindo como indenização chega a US$ 6,8 bilhões, próximo de R$ 21,8 bilhões.

Calcula-se que o criador do MegaUpload tenha perdido nessa história toda muito dinheiro, visto que o empreendimento estaria valendo cerca de US$ 10 bilhões hoje

Dotcom ainda pode ser extraditado para os Estados Unidos para se defender de acusações de quebra de copyright e de lavagem de dinheiro. Seu julgamento deve começar em 20 de fevereiro na terra do Tio Sam. Calcula-se que o criador do MegaUpload tenha perdido nessa história toda muito dinheiro, visto que o empreendimento estaria valendo cerca de US$ 10 bilhões hoje, ou R$ 32 bilhões.

Dono de 68% das ações da empresa, Dotcom considera que sua prisão e o fechamento da empresa não foram legais, afirmando, inclusive, que a quebra de copyright da qual foi acusado sequer é crime na Nova Zelândia. “Não posso aceitar todas as perdas para mim e para a minha família como resultado da ação do governo da Nova Zelândia”, disse ele à BBC.

Cupons de desconto TecMundo: