De acordo com o mais recente relatório da OpenSignal acerca do estado do 4G no mundo, o Brasil melhorou suas estatísticas tanto em questão de velocidade quando de disponibilidade no território nacional. Contudo, os smartphones dos usuários só conseguem acessar a rede 4G em 59,31% das vezes que tentam. Isso coloca o Brasil na 11ª posição de redes com a pior acessibilidade do mundo entre os países pesquisados.

Por outro lado, grandes nações como Alemanha, Rússia e Irlanda contam com resultados ainda piores que os nossos sesse aspecto. A OpenSignal considera que a tecnologia está madura quando essa marca bate os 80% de disponibilidade. Apenas 20 dos 77 países conseguiram alcançar tal qualidade. Os líderes nesse segmento são Coreia do Sul, Japão e Noruega.

O Brasil se sai melhor em questão de velocidade. Observando as tabelas da OpenSignal, é possível perceber que existe uma tendência curiosa. Com a exceção de alguns líderes, países que vão mal em disponibilidade normalmente se saem melhor em velocidade. Os que vão bem disponibilidade se sem pior em velocidade.

4g no mundo

A velocidade média do 4G brasileiro é bem superior à dos EUA, Argentina e Chile

Por conta disso, a velocidade média do 4G brasileiro, de 20,34 Mbps, é bem superior aos 13,98 Mbps dos EUA, aos 11,82 Mbps da Argentina e aos 16,45 Mbps do Chile, por exemplo. Todos esses países estão com maior disponibilidade de sinal do que o Brasil, o que não é necessariamente uma comparação do tamanho da cobertura 4G nessas localidades. A questão da disponibilidade é mais ligada a quantidade de vezes que o celular alterna entre as redes 3G e 4G em uma mesma localidade, ou seja, a disponibilidade de sinal em áreas teoricamente cobertas.

De seis meses para cá, a rede 4G do Brasil melhorou, segundo a OpenSignal. No último relatório, nenhuma operadora do país conseguia entregar rede 4G aos clientes em mais de 60% das vezes em que eles tentavam se conectar. Agora, TimVivo já marcam mais de 62% nessa medição.

Em questão de velocidade, a Claro continua líder no nosso país. Nesse último relatório, a operadora marcou uma velocidade média de 29,2 Mbps, uma melhoria de 2 Mbps em seis meses. A Vivo ficou com o segundo lugar, com média de 20,6 Mbps, mas a Oi e a Tim continuam abaixo da média global, que é de 16,2 Mbps.

Foram feitas quase um milhão de medições pela OpenSignal no Brasil, com dados coletados entre 01 de março e 31 de maio. Confira os gráficos acima comparando as operadoras.

Cupons de desconto TecMundo: