De acordo com a Bloomberg, a Google estaria desenvolvendo um conjunto de ferramentas para ajudar sites de notícias a ganhar leitores pagantes. A ideia é ajudar veículos de mídia a entender melhor os hábitos dos assinantes em potencial e descobrir o quanto eles estariam dispostos a pagar para ler mais material daquela fonte.

A ideia seria dar mais visibilidade em resultados de buscas para artigos normalmente disponíveis apenas para assinantes, mas oferecê-los de forma gratuita pelo AMP — Accelerated Mobile Pages —, que possibilita o carregamento muito mais rápido de páginas de notícias em smartphones e tablets. Nesse caso, em vez receber dinheiro de assinantes, os veículos receberiam dados da Google sobre os leitores e, com isso, poderiam convencê-los posteriormente se tornarem pagantes.

Testes

Publicações como o New York Times e o Financial Times — além de mais uma dúzia de outros grandes veículos segundo a Bloomberg — estariam testando a novidade com a Google, mas ainda não se sabe quando exatamente a gigante das buscas deixaria outras mídias menores entrarem.

É curioso notar que, apesar de críticas de grandes veículos, a Google continua fazendo seu projeto AMP funcionar. Recentemente, a companhia facilitou o acesso e o compartilhamento de links das páginas originais dos veículos que participam do AMP. A novidade parece ter agradado tanto usuários quanto publicações.

Artigo carregado pelo Google AMP

O Facebook com os seus Instant Articles, por outro lado, não está conseguindo o mesmo sucesso. A plataforma tem visto boa parte de seus publicadores mais premium fugir do recurso por ele não monetizar o conteúdo suficientemente e estar muito limitado à rede social.

Existem também rumores de que a Google estaria trabalhando em um app chamado Stamp, que permitiria que veículos distribuíssem seus artigos de forma seriada, bem ao estilo Snapchat Discover. Essa novidade também usaria recursos do AMP, o que indicaria que tanto esse quanto o projeto das ferramentas para publicadores estão ligadas.

Cupons de desconto TecMundo: