Para alguns usuários, não há nada mais chato do que navegar pela internet e se deparar com diversas propagandas. Alguns navegadores, como o Opera, contam com uma função para impedir a visualização de tais conteúdos, algo que talvez continue aparecendo para os usuários do Chrome.

“Sentimos que há vários desafios em fazer esse tipo de campanha, e há diversos caminhos errados. Mas se as produtoras e empresas de propaganda fazem isso da maneira correta, é algo que pode ser grandioso para o usuário e para o ecossistema”, comentou Darin Fisher, vice-presidente de engenharia do Chrome.

Para Fisher, um dos problemas desse tipo de conteúdo (isso sem levar em conta carregamentos mais lentos de páginas, gasto adicional de bateria e até mesmo a proliferação de malwares) é o fato de que muitas vezes as propagandas podem atrapalhar a experiência do usuário, que não se sente motivado a acessar aquela página novamente.

Definitivamente, visualizar diversas propagandas é algo que pode chatear diversos usuários

E como ficam os usuários?

Entretanto, isso não significa que a Google vai ficar de braços cruzados enquanto diversas propagandas aparecem. Para alguns usuários que se veem forçados a utilizar conexões 2G, por exemplo, o Chrome acaba interferindo e impedindo que as páginas utilizem um recurso chamado document.wire, que faz com que elas demorem algumas dezenas de segundos para carregar.

Outro detalhe importante é que atualmente diversos navegadores já contam com bloqueadores de pop-up, impedindo que propagandas indesejadas brotem na tela enquanto o usuário navega na internet.

Cupons de desconto TecMundo: