Há algum tempo a Microsoft lançou uma campanha para tentar limpar a barra do Internet Explorer. Intitulada como “O navegador que você amava odiar”, a campanha fazia piadas com o passado tenebroso do software, dizendo que “agora ele é realmente bom”.

Apesar de ter conseguido melhorar a reputação do programa, a campanha não fez com que ele superasse o sucesso da concorrência.

Pois parece que agora, a Microsoft pretende matar o navegador aos poucos, lançando um browser completamente novo. Quem relata o fato é a ZDNet, que teve acesso a informações internas de desenvolvimento.

O mesmo motor, uma nova interface

Conhecido pelo código “Spartan”, o novo software deve ser mais leve e eficiente, mais parecido com o Google Chrome e o Mozilla Firefox; além disso, ele também deve ser compatível com extensões, assim como os concorrentes.

O novo navegador deve ser baseado no motor Trident, da Microsoft, o mesmo presente no Internet Explorer desde a versão 4.0. Contudo, com modificações importantes na arquitetura.

Isso pode significar o fim do navegador, mas não já. De acordo com as informações, o Windows 10 deverá contar com dois navegadores: o novo “Spartan” e uma versão do Internet Explorer 11, mantida no sistema por motivo de compatibilidade. Isso deve assegurar uma transição mais suave de um browser para outro.

Cupons de desconto TecMundo: