Pesquisadores descobriram que um grupo de malwares tem se aproveitado de uma falha crítica de segurança desconhecida até agora das últimas versões do navegador Internet Explorer, da Microsoft. De acordo com Jaime Blasco, pesquisador da empresa de segurança Alien Vault, os ataques instalam um cavalo de troia em PCs com Windows XP e as últimas versões do Internet Explorer 7 e 8 quando os internautas visitam sites infectados.

Já de acordo com H.D. Moore, CSO da companhia de segurança Rapid7, a vulnerabilidade pode ser aproveitada para atacar sistemas que rodem Windows Vista e Windows 7, além do Internet Explorer 9. Enquanto isso, Yunsun Wee, diretor da divisão de segurança da Microsoft, afirmou que a companhia já está ciente dos ataques e está investigando a situação.

Segundo Wee, já foi confirmado que o Internet Explorer 10 não é afetado pela falha. Enquanto isso, o diretor recomenda que os usuários instalem o EMET 3.0, pacote de ferramentas que visa melhorar a segurança do Windows (em especial as versões mais antigas do sistema operacional).

Fontes:  Eric Romang Blog, Ars Technica

Cupons de desconto TecMundo: