(Fonte da imagem: Reprodução/OneGigabit)

No ano passado, a Google lançou um projeto experimental para prover internet por fibra óptica aos consumidores de Kansas City (nos Estados Unidos). O serviço oferece conexões de 1 Gpbs por apenas US$ 70 mensais e desperta inveja em consumidores de todo o mundo, que pagam valores próximos a isso para planos muito mais lentos. Mas não é só a Google que pode fazer isso.

Uma startup canadense baseada em Vancouver está permitindo algo parecido. A OneGigabit, criada por Eric Kuhnke, vai oferecer planos de altíssima velocidade por preços que variam entre US$ 45 e US$ 65. E quando nós dizemos altíssimas velocidades, estamos nos referindo aos mesmos 1.000 Mbps (ou 1 Gbps) que o Google Fiber oferece em Kansas City. Com essa velocidade, é possível realizar o streaming de cinco filmes HD ao mesmo tempo, por exemplo.

Redes por microondas

Além da fibra óptica, a OneGigabit também promete oferecer conectividade de até 2 Gbps por meio de redes que enviam dados por microondas, em um raio de até 20 quilômetros do centro de Vancouver. Mesmo assim, o principal objetivo da empresa canadense é utilizar redes físicas para garantir melhores resultados na distribuição das redes.

(Fonte da imagem: Reprodução/OneGigabit)

Os obstáculos da OneGigabit não são poucos. Levar internet de altíssima velocidade para outros locais demanda muitos investimentos, pois os custos da infraestrutura são bem altos. Por isso, a startup está procurando parceiros em construções e grandes condomínios, para que as redes de fibras ópticas sejam criadas em parcerias e divisão de custos.

É preciso ter em mente que ainda vai demorar um bom tempo até que a OneGigabit consiga decolar no mercado canadense. Tudo depende das parcerias que serão criadas nos próximos anos, pois somente com uma infraestrutura bem definida é que Eric Kuhnke conseguirá atingir maiores parcelas do mercado de Vancouver. Será que algum dia ele conseguirá atingir uma porção maior do Canadá?

Cupons de desconto TecMundo: