A Intel Brasil iniciou nesta semana a segunda fase do projeto Internet das Coisas, que visa a doação de placas de desenvolvimento Galileo para pelo menos 100 universidades brasileiras. A ideia é que os estudantes possam projetar aplicações inovadoras em diversos segmentos.

De acordo com a empresa, na primeira fase do projeto o trabalho foi desenvolvido em parceria com 17 universidades em seis continentes. Na América Latina, a escola Politécnica da Universidade de São Paulo foi uma das selecionadas. Cada instituição recebeu 40 placas de desenvolvimento.

A parceria com a Arduino LLC rendeu como primeiro produto a placa Intel Galileo, uma plataforma de simples utilização e voltada para iniciantes, mas com recursos capazes de agradar também os profissionais mais experientes. A Intel já investiu mais de US$ 1 bilhão em iniciativas educacionais.

Cupons de desconto TecMundo: