(Fonte da imagem: Divulgação/Intel)

No começo do mês que vem, a Intel reúne seus desenvolvedores em São Francisco (no estado da Califórnia, nos Estados Unidos) para mostrar as novidades que está reservando para os próximos anos. E entre as principais apresentações que devem ser realizadas no evento IDF 2013 está o overclock em SSDs. Isso mesmo, a empresa norte-americana deve mostrar que é possível aumentar a capacidade dos drives de armazenamento de memória Flash.

Segundo diversas fontes ligadas à Intel, há grandes chances de que a empresa mostre um aumento na frequência de comunicações dos SSDs — o que poderia oferecer mais velocidade nas transmissões e carregamentos. As expectativas são de que os dispositivos aumentem a frequência de controle dos drives de estado sólido de 83 MHz para 100 MHz, o que pode representar melhores desempenhos na utilização.

É claro que o desempenho pode realmente chamar a atenção de grande parte dos consumidores, mas é preciso pensar que existe um preço a se pagar por isso. Segundo analistas do ExtremeTech, é bem provável que o aumento no desempenho dos SSDs reduza a vida útil deles em até 20%. Vale dizer também que outros componentes de hardware não teriam como acompanhar esse desempenho. Será que as melhorias nas velocidades valem isso?

Cupons de desconto TecMundo: