A nova geração de processadores da Intel está chegando e se chamará Ivy Bridge. A novidade foi alvo da maioria das palestras da “Intel Developer Forum”, a conferência para cientistas e funcionários da Intel (além de centenas de convidados).

Mas uma das suas características quase passou despercebida: o processor gráfico integrado dentro do chip Ivy Bridge será capaz de decodificar vídeos em resoluções superiores a 4K (chegando ao máximo de 4096 x 2304). Só para comparar, as imagens Full HD atuais são em resolução 1920 x 1080. 

4K terá resolução muito maior que a Full HD (Fonte da imagem: Reprodução)

Mas ainda não dá para se empolgar muito. Atualmente não existem cabos com largura de banda suficiente para transportar a quantidade de dados visuais para os monitores e, claro, os aparelhos que suportam a resolução de 4K, por enquanto, não serão nada baratos.

A Intel deve encorajar os fabricantes de telas a buscarem resoluções mais altas, provavelmente no formato 4k x 2k, faixa que deve combinar com o formato atual de 16:9, que se tornou o padrão. Ao contrário das GPUs de NVIDIA e AMD, o processador gráfico integrado da Intel vai rodar em praticamente qualquer dispositivo x86. 

Os fabricantes de hardware não medirão esforços em fornecer telas capazes de suportar a resolução 4K, caso ela se torne um padrão. A Intel está tão confiante com seu processador que ela afirma ser possível executar vários streams de vídeo na resolução 4k ao mesmo tempo. É esperar para ver.

Cupons de desconto TecMundo: