A Carbon3D fez um belo barulho quando teve seu protótipo apresentado na metade de março — com impressões tridimensionais entre 25 e 100 vezes mais rápidas do que os aparelhos atuais —, e agora foi a vez de uma concorrente em potencial ser revelada. De produção australiana, a Gizmo 3D também apresenta processos ultrarrápidos e igualmente desprovidos das tradicionais junções (efeito menos desejado da impressão lenta em camadas).

O processo todo parece quase biológico: os novos objetos são formados dentro de um recipiente com resina em estado líquido, sem quaisquer intervalos, brotando gradualmente sobre a superfície. Isso porque a bandeja foi projetada para subir na medida em que o processo é concluído.

Conforme mostra o vídeo que abre este texto, toda a impressão não toma mais do que 6 minutos — gerando, como resultado, uma figura 3D com 12,7 por 7,6 centímetros.

Entre US$ 2,5 mil e US$ 6 mil

A despeito do quão impressionante possam ser os procedimentos de impressão da Gizmo 3D, o fundador da companhia proprietária, Kobus Toit, ainda mantém fortemente protegidos os detalhes operacionais. Toit pretende explicar em minúcias os detalhes apenas quando a impressora for lançada em uma campanha para captação de fundos no Kickstarter, o que deve ocorrer em algum momento do mês de setembro.

Para quem se animou com a tecnologia, entretanto, seria aconselhável começar a guardar alguns tostões. Isso porque a Gizmo 3D não deve sair por menos de US$ 2,5 mil em sua versão mais modesta — ou US$ 6 mil para quem optar pelo modelo mais parrudo.

Cupons de desconto TecMundo: