Nesta semana, a fabricante Huawei anunciou o novo smartphone Honor 6 Plus para toda a imprensa internacional. Apesar de ter tela de 5,5 polegadas e de o nome ser bem parecido com o de outro aparelho bem consolidado no mercado, ele está bem longe de ser uma cópia dos dispositivos produzidos pela Apple. O smartphone chinês chama a atenção por conta própria, graças a alguns recursos bem interessantes.

Um dos principais deles é a câmera dupla que foi trazida pela fabricante. Isso mesmo, como toda a imprensa especializada já esperava e como a Huawei confirmou no começo da semana, um dos grandes destaques do smartphone chinês está na tecnologia inovadora de captura de imagens. Mas você sabe como funciona este sistema preparado pela Huawei? Certamente não é algo simples.

A decisão de utilizar duas câmeras lado a lado não é puramente mercadológica. Existe uma série de capacidades atribuídas aos sensores e que só são possíveis por causa da utilização delas. Confira agora mesmo como é o funcionamento desta câmera e aproveite para ver como é a qualidade das imagens capturadas em uma galeria que foi disponibilizada pela própria fabricante.

A necessidade da diferenciação

Talvez você não saiba, mas câmeras de alta qualidade geralmente precisam ter pelo menos uma das seguintes estruturas: sensores com dimensões maiores ou lente com maior capacidade de abertura. Por causa disso, é difícil para fazer com que smartphones leves e pequenos consigam atribuir resultados profissionais às imagens que são capturadas em suas lentes.

Mas as fabricantes não se limitam a aceitar que tal fato seja uma verdade absoluta. Prova disso está nos aparelhos mais recentes da LG — que apresentam foco a laser para garantir mais velocidade na focalização dos objetos — e também nos iPhones, que agora contam com a tecnologia Focus Pixels. Fica cada dia mais claro que os smartphones podem mesmo ter câmeras de alto desempenho, mas o desafio está em como fazer isso.

No caso do Huawei, a possibilidade veio com a utilização das câmeras em sincronia. Como você deve imaginar, elas não estão lado a lado apenas para fazer com que seja possível capturar imagens maiores. As fotografias conseguem oferecer excelentes definições e iluminações graças à construção da Huawei. E é exatamente nesse aspecto que a fabricante superou todas as expectativas.

Duas lentes, uma imagem

Como já dissemos várias vezes, o Huawei Honor 6 Plus é um smartphone que conta com duas câmeras traseiras, sendo que elas ficam a 0,5 milímetro de distância uma da outra. Elas contam com toda a estrutura idêntica, sendo que são usadas as mesmas lentes, os mesmos fixadores estruturais e as mesmas peças de construção. As duas, individualmente, podem capturar imagens em até 8 MP.

Mas é claro que as fotografias não são levadas até as galerias de imagem com dois resultados iguais. O que acontece é a soma das duas entradas, que são interpretadas pelo mesmo sensor e fazem com que apenas uma imagem seja produzida, com 13 megapixels de resolução. Apesar de isso parecer um grande feito — o que realmente é —, vale dizer que é apenas a ponta do iceberg.

As duas câmeras não estão juntas apenas para aumentar as fotografias. O que acontece aqui é uma “soma de forças” que chega muito além de resolução, pois diz respeito à definição, contraste, detalhes e iluminação das imagens geradas. Assim, são dois fatores que precisam ser destacados: duas formas de controlar a entrada de luz e foco automático de 0,1 segundo.

A entrada de luz

Com duas lentes trabalhando em conjunto com o sensor de imagens, não existe a necessidade da utilização de um componente muito maior do que o visto normalmente em smartphones. A combinação permite que mais luz seja recebida pelo aparelho, o que garante menos ruídos nas imagens — uma vez que o sensor consegue mais iluminação para gerar fotografias com melhor definição.

A importância disso faz parte de um dos princípios mais básicos da fotografia. Quanto mais luz pode ser interpretada por um sensor — ou por um filme químico, como acontece nas câmeras analógicas —, mais fidelidade será encontrada entre o objeto e a fotografia. Em resumo, as imagens capturadas com o Honor 6 Plus são mais iluminadas do que as de outros aparelhos. Vale dizer que isso funciona também no “modo noturno”.

Foco de alta velocidade

Também é preciso mencionar que um dos grandes pontos positivos da câmera integrada ao Honor 6 Plus é o foco automático. De acordo com a fabricante, ele é capaz de fazer com que qualquer objeto seja focalizado em 0,1 segundo. E, como você pode imaginar, isso é possível graças à presença das duas câmeras trabalhando conjuntamente. Você consegue imaginar por quê?

Assim como acontece nos olhos humanos, as câmeras do Huawei Honor 6 Plus utilizam o princípio da triangulação estéreo. Isso significa que os objetos a serem focalizados são interpretados como um terceiro vértice do triângulo, junto com as duas lentes. Isso gera uma análise de profundidade quase instantânea, podendo dar informações sobre foco para o sensor no já mencionado intervalo de 0,1 segundo.

Outro ponto bem interessante das câmeras integradas está na estabilização. Segundo a fabricante, elas trabalham para permitir que qualquer tremor seja anulado pelo sistema. Isso significa que há muito menos ruídos do que aconteceria em uma câmera comum, mesmo naqueles momentos em que o celular estiver sendo balançado levemente pelos consumidores. Mas não é só de hardware que funciona o sistema.

Algoritmos são essenciais

Apesar de grande parte da qualidade deste sistema estar no hardware, a Huawei afirma que muito se deve aos algoritmos integrados às câmeras. A fabricante diz que trabalhou por quase dois anos na criação de um motor gráfico especialmente produzido para aproveitar ao máximo o que pode ser conseguido com as lentes duplas. E o grande trunfo se chama 3IE.

Em conjunto com o HDR, este sistema permite que as fotografias sejam criadas com exposição dupla, garantindo também que as áreas escuras dos objetos fotografados fiquem naturalmente escuras, sem ruídos ou manchas que podem ser vistos em imagens geradas em aparelhos de menor qualidade. A soma das forças disso com o hardware é que proporciona os grandes recursos que temos no aparelho.

O tamanho dos pixels

Os pixels da câmera do Honor 6 Plus possuem 1,8 micrômetro. Isso significa que as imagens capturadas pelo aparelho possuem mais definição do que as de outros concorrentes, sendo que esse fator anda na mesma direção dos recursos trazidos pelo aparelho: proporciona melhor captura de luz. Em resumo, o pixel do sensor da Huawei é muito importante para gerar menos ruídos nas imagens obtidas.

E os resultados...

Ao longo deste texto, nós vimos uma série de recursos que fazem com que as câmeras do Honor 6 Plus seja tão superior à média do mercado. Mas não adianta nada falar sobre os diferenciais se nós não vamos mostrar os resultados efetivamente. O TecMundo teve acesso a diversos exemplos de fotografias capturadas com o smartphone, sendo que elas são oriundas da própria Huawei.

Como você pode ver na galeria que está logo acima deste parágrafo, os resultados são mesmo impressionantes. Arestas suavizadas, iluminação de alta qualidade mesmo em fotografias de ambientes escuros, contrastes profissionais e cores muito vivas são vistos em todos os exemplos. Vale ressaltar que elas são da própria fabricante, por isso vamos ficar atentos a novos exemplos que surgirem no futuro, além de testes que podemos fazer em breve.

O que mais há nele?

Se você ainda não está convencido a cogitar a compra do Huawei quando ele chegar ao Brasil, vale a pena levar em consideração o hardware do aparelho. Ele conta com processador de alta qualidade, tela Full HD e 3 GB de memória RAM, assim como os principais tops de linha da atualidade. Confira abaixo todos os detalhes sobre o hardware deste smartphone.

  • Sistema operacional: Android 4.4.4 KitKat
  • Tela: 5,5 polegadas
  • Resolução: 1920x1080 pixels
  • Processador: Huawei Kirin 925 octa-core
  • Processador gráfico: Mali T628 MP4
  • Memória RAM: 3 GB
  • Memória de armazenamento: 16 GB / 32 GB
  • Câmera: duas traseiras de 8 MP
  • Conectividade: 3G, 4G, WiFi, Bluetooth e NFC
  • Dimensões: 15,05 cm x 7,57 cm
  • Espessura: 0,75 cm
  • Peso: 165 gramas
  • Cores: Preto, branco e dourado
  • Bateria: 3.600 mAh

.....

Gostou de saber um pouco mais sobre o funcionamento da câmera dos novos aparelhos da Huawei? Se você é apaixonado por tecnologia, certamente está ansioso para poder experimentar a novidade, que deve chegar ao mercado internacional durante o primeiro trimestre de 2015. Esperamos que em breve possamos testar todos os recursos do smartphone, principalmente as câmeras.

Cupons de desconto TecMundo: