A chinesa Huawei divulgou nesta semana o mais recente Índice Global de Conectividade (GCI) durante um congresso da empresa. Essa pesquisa tem o objetivo de quantificar itens como infraestrutura (banda larga disponível para a população), investimento (em telecomunicações), atividade por usuário, regulação, downloads, planos de assinaturas e outros quesitos.

De acordo com o estudo, a conectividade dos países está diretamente relacionada ao PIB por meio da análise de 16 índices da Huawei que demonstram que, para cada ponto percentual de aumento no GCI, o PIB per capita aumenta entre 1,4 e 1,9%, relativamente maior para os países emergentes.

O estudo levantou dados de 25 países desenvolvidos e emergentes que, juntos, são responsáveis por 78% do PIB e 68% da população global. Foram estudados 10 diferentes segmentos de indústrias, incluindo finanças, manufatura, educação, transporte e logística. Trata-se da primeira avaliação quantitativa da conectividade e seu valor, tanto da perspectiva nacional, quanto da industrial para os negócios do país como um todo.

Alemanha na liderança

Entre os países pesquisados, a Alemanha ficou em primeiro lugar devido ao seu forte compromisso e investimento contínuo no desenvolvimento da tecnologia de informação e comunicações (TIC), resultando em um mercado com muita competitividade.

O estudo também descobriu que os países desenvolvidos estão acelerando o crescimento ao investir estrategicamente — Chile, Quênia e Egito vivem agora seus melhores momentos de crescimento. O Brasil não foi mal, sendo o BRIC mais bem classificado (venceu Rússia, Índia e China), mas perdeu de goleada para os alemães: nosso país ficou em 11°, com nota 66 de 100.

Números para o futuro

De acordo com a pesquisa, a Huawei prevê que até 2015, até 100 bilhões de conexões serão geradas globalmente, 90% vindas de sensores inteligentes.

Banda larga móvel, computação em nuvem, Big Data e a Internet das Coisas (IoT) são os quatro mecanismos tecnológicos que mais serão objetivados pelas empresas. Até 2020, o gasto global com TIC aumentará em aproximadamente US$ 5 trilhões. E o futuro é promissor para a tecnologia: o GCI relata que 65% das empresas planejam aumentar seus investimentos em TIC ao longo dos próximos dois anos.

Para mais informações, é só visitar a página oficial da pesquisa.

Cupons de desconto TecMundo: