Na semana passada, um teste realizado com o HTC One M9 mostrou que o aparelho esquenta muito executando jogos 3D. A situação fica ainda pior quando ele é colocado para rodar benchmarks como o GFXBench. Nessa condição, o dispositivo atingiu a impressionante marca de 55 °C, temperatura que chega a incomodar em contato com a pele.

Felizmente, a empresa lançou uma atualização que corrige o problema, evitando o aquecimento excessivo. Mas diante desse cenário, especulou-se se os outros smartphones também enfrentariam a mesma questão.

Como você pode ver na imagem acima, o HTC One M9 fica na média de aquecimento dos outros dispositivos concorrentes, incluindo seu antecessor, o M8. Na verdade, parece que a estrutura de metal consegue realizar um bom trabalho de dispersão do calor.

No entanto, é preciso deixar claro que os resultados acima foram provavelmente atingidos por ajustes nas configurações de limitação térmica do GPU e do CPU do Snapdragon 810.  Parece que o aparelho não é afetado por problemas de superaquecimento, embora seu desempenho fique inevitavelmente limitado uma vez que o SoC atinge determinado limite de temperatura.

Cupons de desconto TecMundo: