O site iFixit desmontou pedaço por pedaço do tablet Nexus 9, recém lançado pela HTC, com o objetivo de descobrir como o aparelho é por dentro — e se quem precisar trocar alguma peça interna do dispositivo terá muito trabalho ou correrá riscos de danificar ainda mais o gadget durante o procedimento.

O teste do Nexus 9 começou muito bem: logo de cara, nota-se que o painel traseiro é facilmente removível, já que está grudado com clipes de segurança, que é preferível em vez de adesivos potentes demais. Além disso, a bateria também separa-se facilmente, embora esteja colada ao resto do gadget.

Mas os elogios acabam neste ponto: a partir daí, é só problema. Desorganizado, o interior do Nexus 9 foi considerado um "labirinto de fitas e películas", resultando em um processo de desmanche complicado e que exige muito cuidado.

Além disso, a tela LCD está soldada ao vidro frontal, o que significa que você precisará subsituir ambos se um dos componentes quebrar. Por fim, o tal vidro é colado com aderência exagerada ao esqueleto do aparelho, o que pode causar mais danos na hora do reparo do que o dispositivo já tinha.

A nota final foi 3 de 10 pontos na escala de "reparabilidade" e o teste completo pode ser conferido por este link (em inglês). O site já fez o mesmo teste com o Galaxy Alpha, o iPad Air 2 e o novo Mac mini.

Cupons de desconto TecMundo: