Sem dúvidas, um dos grandes problemas de hoje é o lixo eletrônico. O problema é que os componentes que são utilizados durante a fabricação simplesmente não são reaproveitados da maneira como deveriam, gerando acúmulo, desperdício e prejudicando o meio ambiente.

Como já relatamos, 80% de todo o lixo despejado por nações ricas é enviado para países mais pobres e emergentes, como Nigéria, Índia, China e Gana. Neste último, jovens queimam os eletrônicos para extrair o cobre, gerando uma fumaça tóxica e liberando substâncias químicas nocivas na atmosfera e no solo.

Com isso, diversas empresas estão colocando um foco maior na sustentabilidade. Uma delas é a HP, que convidou o TecMundo para ir à Dublin, na Irlanda, conhecer suas instalações e entender como a companhia vem mudando processos para prejudicar menos o meio ambiente.

Em uma das fábricas da empresa, foi possível conferir de perto o programa Planet Partners e descobrir como é o processo de reciclagem de cartuchos de tinta de impressora.

Fábrica da Hewlett Packard em Dublin, na Irlanda.

Consciência ecológica

Jean Gingras, gerente de Programas Ambientais da Hewlett Packard, nos disse que “a HP está tentando não só diminuir os próprios impactos ambientais, mas também espera inspirar diversas outras empresas do ramo”. E, apesar de a preocupação não ser recente para a companhia, a meta é que, até 2020, exista uma redução de mais de 20% na emissão de carbono. Uma das formas de atingir isso é através da diminuição da quantidade de energia e material consumida pelos seus produtos.

Por exemplo: para diminuir o uso de papel, a empresa incentiva, por meio de softwares, o “duplexing” (para usar a frente e o verso da folha); existe, também o Smart Print, uma extensão para o navegador que permite escolher apenas uma área para impressão, e o Pull Printing, que usa um número de identificação e evita que impressões sejam esquecidas.

Atualmente, para a HP, a principal forma de diminuir os impactos é a reciclagem. A maior parte dos computadores, impressoras e servidores da empresa tem pelo menos 90% de estrutura reciclável. Com isso, a empresa oferece programas de reciclagem por meio de uma infraestrutura de logística reversa distribuída por vários países para coletar o “lixo eletrônico”.

A coleta de cartuchos usados para reciclagem

Muitos não sabem, mas existe um serviço de devolução especial para cartuchos de tinta usados em mais de 50 países, regiões e territórios — incluindo o Brasil. É possível procurar por um ponto de coleta ou, caso você tenha mais de cinco cartuchos, solicitar pela internet para que sejam apanhados.

Depois disso, a empresa recebe as caixas com todo o material e as enviam para um centro de reciclagem de cartuchos localizado em São Paulo.

Separação do material.

O processo completo de reciclagem

O processo se inicia com a separação por modelos de cartuchos. Em seguida, o circuito elétrico é removido para ser enviado a outras empresas que podem reutilizar os metais. A tampa com a etiqueta é separada e mandada para outro local que recicla material plástico. A espuma também é removida, para ser reaproveitada na fabricação de cimento em indústrias de construção civil.

Após toda a separação dos materiais, é feita uma lavagem e secagem no plástico referente ao corpo do cartucho para, depois, ser triturado. Essa matéria-prima ainda é misturada com garrafas PET, para que possa ser melhor aproveitada. Em alguns casos, até mesmo cabides de roupa são utilizados na reciclagem.

Matéria-prima reciclada para novos cartuchos.

Visita à fábrica

Quando adentramos a fábrica da HP, em Dublin, na Irlanda, pudemos ver máquinas enormes em funcionamento e como elas transformam o material. Na primeira delas, a matéria bruta de plástico era colocada em um tanque que a aquecia e a injetava em uma forma. Assim, ela era moldada no formato do corpo do cartucho.

A matéria-prima é inserida em uma máquina, para ser moldada em novos corpos para cartuchos.

Depois disso, vimos os novos corpos serem carregados para a linha de produção. Assim, a primeira aplicação de laser é feita (isso serve para a identificação única de cada cartucho). Eles recebem então uma tampa e são carregados com a tinta. Por fim, é aplicado um rótulo plástico, o qual é encolhido para ser fixado no produto finalizado.

Falando em números: segundo Shelley Zimmer, gerente de Marketing Ambiental de Suprimentos de Impressão, 75% dos cartuchos de tinta da HP já são feitos com plástico reciclados; já para os toners, esse número cai para 24%. Graças ao programa de reciclagem, todo o processo reduziu, em um ano, 22% da pegada de carbono quando comparada ao uso de plástico virgem.

Cartuchos reciclados prontos na linha de montagem.

Por que a HP não faz cartuchos recarregáveis?

Mas, se o uso de cartuchos recicláveis diminui tanto assim a emissão de carbono, por que a HP não faz recarregamento de cartuchos? Foi essa a pergunta que fizemos para Jean Gingras. Segundo ela, o motivo é o fato de a qualidade do produto ser primordial para a empresa.

Ela explica que a conclusão da impossibilidade de remanufaturar se deu quando a HP fez diversos estudos e testes e percebeu que, ao reutilizar o cartucho, se torna inviável para a impressora determinar quanta tinta resta e quanto é necessário ser utilizado em uma impressão, resultando em grande desperdício.

Cartuchos e impressoras de baixo custo

Apesar de a maioria dos produtos relacionados à impressão ter preço um pouco salgado no Brasil, a HP possui uma linha de baixo custo chamada HP Ink Advantage, que oferece cartuchos a partir de R$ 19,90, além de impressoras multifuncionais.

Ela é baseada no hábito dos consumidores brasileiros, e não americanos, possibilitando baixar o preço. Isso porque a exigência de quantidade de impressão era muito mais alta do que o necessário em nosso país.

A HP pretende continuar aprimorando seus programas ambientais, tentando diminuir cada vez mais os impactos para atingir suas metas. Além da reciclagem, existem diversos investimentos para diminuir o uso de energia em seus equipamentos.

Mais detalhes sobre a coleta de cartuchos e como solicitá-la podem ser encontradas no site da empresa, clicando aqui.

O TecMundo foi à Dublin a convite da HP.

Cupons de desconto TecMundo: