Em entrevista recente, Satya Nadella, o CEO da Microsoft, explicou um pouco dos planos da empresa com relação ao HoloLens, o esperado acessório de realidade virtual.

Apesar de ter sido demonstrado na última E3 em uma interação com o Minecraft, parece que esse não será exatamente o futuro dos óculos da Microsoft – pelo menos não em sua primeira versão. Segundo Nadella, a primeira versão do HoloLens deverá ter um foco muito maior no uso corporativo, citando hospitais e universidades que podem aproveitar a tecnologia.

Essa abordagem é reforçada pela notícia recente de que a NASA, em parceria com a Microsoft, está trabalhando em uma versão do acessório que poderá ser utilizada no espaço. Além disso, o último vídeo liberado sobre o HoloLens mostra suas possíveis funcionalidades no campo acadêmico – criando um distanciamento claro do que se imaginava como sendo o principal uso do aparelho.

Mas e toda aquela coisa com o Minecraft?

"Comprei o Minecraft para criar um novo gênero de jogos de realidade mista. Nós o compramos por várias razões: porque é o aplicativo em primeiro lugar no PC, nos consoles, no iOS e no Android. Eu queria um jogo ótimo mesmo para novos meios de realidade mista, e teremos isso", disse o executivo.

"Os jogos sempre serão um cenário e haverá outras formas de entretenimento mais abrangentes, mas com relação à V.1 do HoloLens, quero priorizar muito mais o uso corporativo".

Nadella ainda diz que a abordagem da Microsoft sempre será com foco no uso abrangente ou com múltiplos focos – uma forma de explicar que as tecnologias desenvolvidas pela empresa não serão pensadas apenas em um único segmento.

Cupons de desconto TecMundo: