Pequeno display protótipo pode ser feito gastando pouco. (Fonte da imagem: Reprodução/ARS Technica)

Os hologramas estão entre as tecnologias mais esperadas por fãs de filmes e outras obras de ficção científica. A técnica já é possível há algum tempo, mas é extremamente cara para ser aplicada e pouco eficiente, além de permitir apenas a criação de imagens estáticas. Ou seja, nada de Spock mandando mensagens holográficas em tempo real para Kirk por alguns anos.

A grande novidade nesse campo é que alguns pesquisadores já estão conseguindo romper algumas dessas barreiras, de acordo com artigo publicado na Nature. Basicamente, eles desenvolveram uma técnica barata e mais eficiente de projetar hologramas a partir da manipulação da luz através de ondas acústicas. Fora isso, é possível construir um dispositivo capaz de reproduzir esses resultados com nada mais que US$ 500.

Manipular a luz

Ainda assim, os desafios de hardware persistem. É bastante complicado utilizar placas gráficas atuais que conseguem lidar com imagem dessa forma, já que o procedimento é completamente diferente do que se vem fazendo até hoje. Assim, para resolver o problema, os pesquisadores criaram um conjunto de dispositivos chamado “Anisotrópicos acopladores de modo gotejante”, em tradução livre de “anisotropic leaky-mode couplers”. Ou seja, a intenção é alterar o comportamento da luz a partir da sua direção.

Em seus experimentos, a equipe não gastou mais de US$ 500 para produzir um desses displays em um tamanho bastante pequeno nas oficinas do MIT (Massachusetts Institute of Technology). Esses protótipos são capazes de trabalhar com uma cor apenas, ou combinar azul, vermelho e verde.

Os últimos testes que a equipe tem feito vão resultar em um display capaz de reproduzir hologramas em resolução-padrão de vídeos atuais, além de conseguirem criar uma taxa de 30 fps para as imagens.

Cupons de desconto TecMundo: