As escavações de um sítio arqueológico chamado Yenikapi na Turquia estão investigando um misterioso naufrágio coletivo de 37 embarcações da era bizantina na região. Os mais recentes resultados da pesquisa podem ter revelado o mais antigo ancestral do tablet moderno. Pelo menos é assim que os arqueólogos responsáveis estão chamando um dispositivo feito em madeira que permite ao usuário realizar anotações em várias páginas de madeira cobertas em cera e, ainda por cima, era possível pesar alguns materiais com umas das camadas do aparelho, que apresenta vários sulcos que, aparentemente serviam de encaixe para pesos de metal.

Até o momento, as escavações conseguiram recuperar apenas um dos navios naufragados, que seguiam da Criméia para o Mar Negro em uma empreitada comercial. Essa embarcação teve 60% de sua estrutura preservada depois do naufrágio, mas os pesquisadores acreditam ser possível recuperar o restante do barco e, com isso, fazer uma réplica dele capaz de velejar. O tablet de madeira foi encontrado junto a objetos que, a princípio, deveriam pertencer ao capitão do barco.

Este pode ser o primeiro ancestral do tablet moderno

Alimentação da tripulação

Foram encontrados também restos de animais, mais precisamente de cavalos e burros selvagens. Essas partes de animais apontam para uma dieta da população daquela época, que supostamente era baseada na carne desses dois tipos de equinos.

Esses restos estão sendo encontrados em um local antigamente coberto por água e a “profundidades” relativamente pequenas, uma vez que os artefatos mais acessíveis da empreitada de Yenikapi foram resgatados em um terreno a apenas 28 metros abaixo do nível do mar.

Cupons de desconto TecMundo: