Você certamente deve usar o computador para diversas coisas, mas alguma vez você já parou para pensar sobre como ele foi inventado ou quem o inventou? Bom, está na hora de conhecer um pouquinho sobre Charles Babbage, considerado o pai dessas máquinas indispensáveis no seu dia a dia.

Charles Babbage (Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

Charles nasceu na Inglaterra e, entre muitas coisas, foi um cientista, matemático e professor da Universidade de Cambridge. O capital que seu pai possuía permitiu que Babbage frequentasse diversas escolas e recebesse aulas de vários professores particulares durante o Ensino Fundamental.

Quando chegou ao nível superior, o jovem cientista ficou muito desapontado com o ensino da matemática disponibilizado pela Trinity College, em Cambridge. Então, ele decidiu reunir alguns de seus amigos para formar a Analitical Society, cujo intuito era o de promover o cálculo analítico de forma mais aprofundada.

Os primeiros passos para uma nova era

Naquela época, a taxa de erros humanos presentes em contas era muito grande. Isso estimulou a imaginação de Charles, que começou a pensar em alguma forma de mecanizar esse tipo de tarefa, eliminando as falhas e economizando o tempo das pessoas.

Por volta de 1821, Babbage começou a tarefa de automatizar a produção de cálculos matemáticos. A ideia era a de criar uma máquina que conseguisse acabar de uma vez por todas com os principais erros que apareciam constantemente em tabelas de logaritmos, o que o deixava muito irritado.

Máquina Diferencial de Babbage (Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

O resultado de tanta pesquisa e esforço foi o projeto da Máquina Diferencial. Diferentemente de calculadoras que surgiram antes, o invento foi desenvolvido para calcular uma série de valores numéricos e imprimir os resultados automaticamente.

O inventor ainda desenhou um segundo modelo, mas as ferramentas e componentes necessários para tirar as invenções do papel estavam muito à frente da época. O fato de Charles ter desenvolvido tal máquina em um período de transição, entre técnicas artesanais tradicionais e produção em massa, impossibilitou a fabricação de peças idênticas.

A máquina que mudou tudo

Até então, a Máquina Diferencial limitava-se a operações matemáticas com base em números inseridos em determinadas sequências. Mas o invento que realmente mostrou a avançada forma de pensar de Babbage foi a Máquina Analítica. Isso porque a criação não era apenas automática, mas também de uso geral.

Máquina Analítica (Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

Desenvolvida por volta de 1834, ela foi a primeira máquina que poderia ser programada para executar vários comandos de qualquer tipo. O mais interessante de tudo é que o desenho e a estrutura básica da invenção de Babbage fazem parte dos computadores que usamos hoje, mesmo após mais de um século.

A Máquina Analítica funcionava com base nas instruções de cartões perfurados e era movida a vapor, como em alguns trens. O projeto ainda possuía uma unidade central de processamento e memória expansível separados um do outro, o que é mais uma característica dos computadores modernos.

De tão avançados e complicados que seus projetos eram, Babbage nunca teve a oportunidade de construir, de fato, nenhuma de suas invenções. A inexistência de equipamentos adequados e a falta de verba fizeram com que o cientista construísse apenas protótipos do que poderia ter sido a maior revolução tecnológica da época.

Cupons de desconto TecMundo: