(Fonte da imagem: Reprodução/IEEE Spectrum)

Por mais que o carbino possa ser melhor, o fato é que o grafeno ainda é um material incrível. E agora acabaram de descobrir uma maneira de usá-lo para mais uma função impressionante: fortalecer outros metais.

A descoberta, segundo o IEEE Spectrum, é resultado do trabalho de um grupo de pesquisadores do Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia Coreano. Para tal, eles “cultivaram” uma camada de grafeno, com a ajuda de um processo de deposição química de vapor, sobre uma camada de outro metal.

Repetindo essas camadas algumas vezes, temos um composto de múltiplas camadas de metal e grafeno extremamente resistente. Mas quão grande é o aumento dessa resistência? Em números, um composto de níquel-grafeno se mostrou 180 vezes mais forte, enquanto um composto de cobre-grafeno aguentou 500 vezes mais que o cobre sozinho – e tudo isso com um aumento de apenas 0,00004% no peso do material.

Aplicações futuras

Embora seja um projeto que ainda esteja longe de sair dos laboratórios, é fácil imaginar diversos usos para a tecnologia. Segundo o professor Seung Min Han, o material teria grande uso na produção de automóveis e aeronaves superleves e ultrarresistentes ou mesmo no revestimento da construção de um reator nuclear.

Para isso, porém, o grupo precisa encontrar uma maneira eficiente de criar o composto de metais em uma produção em massa — uma tarefa que deve demorar algum tempo.

Cupons de desconto TecMundo: