(Fonte da imagem: Reprodução/Grafeno.com)

Caso você acompanhe com frequência as notícias sobre o mundo da tecnologia, deve saber que o grafeno é uma das substâncias mais cotadas para fazer parte da nova geração de gadgets em geral. Essa aposta advém do fato de que ele é extremamente resistente e conta com uma estrutura bastante estável.

Apesar desse otimismo em relação ao nanomaterial, um grupo de cientistas da Rice University realizou uma série de estudos para testar a real resistência do grafeno. E a descoberta deles pode jogar um balde de água fria no pessoal que estava empolgado com as possibilidades de utilização da substância.

Mais fraco do que se pensava

Como explica um dos estudiosos envolvidos na pesquisa, Boris Yakobson, no limite das camadas de grafeno, a estrutura de hexágonos do nanomaterial acaba se interrompendo e gerando imperfeições. Você pode achar que isso não é nada de muito importante, mas a questão está apenas começando.

O problema é que, quando o grafeno estiver sob algum tipo de força, essas imperfeições podem gerar rupturas que vão se espalhando por toda a estrutura do nanomaterial. Dessa maneira, ele acaba sendo muito mais frágil do que se pensava, colocando em dúvida várias das alternativas de uso que se imaginavam antes, inclusive as do campo da tecnologia.

Contudo, ainda não se sabe as aplicações práticas dessa descoberta. Por conta disso, só nos resta torcer para que essa fraqueza seja contornável e que muitas inovações tecnológicas possam ser lançadas com essa substância em um futuro próximo.

Cupons de desconto TecMundo: