Diagrama do protótipo (Fonte da imagem: Reprodução/NIMS)

Pesquisadores do Instituto Nacional de Ciências e Tecnologias Avançadas (AIST) do Japão pretendem revolucionar a forma como os circuitos integrados utilizam os transistores. De acordo com a notícia do NIMS, os cientistas obtiveram sucesso ao criar um transistor de grafeno baseado em um novo princípio de operação.

Atualmente, existem dois tipos de transistores (positivos e negativos), sendo que eles são aplicados nos chips de acordo com o projeto. Com os avanços do AIST, os futuros processadores poderão contar com transistores reconfiguráveis, ou seja, um único tipo de componente que pode assumir característica positiva ou negativa com a simples aplicação de uma corrente elétrica.

Por ora, os testes surtiram efeito com temperatura controlada em -73°C e com frequências na faixa dos kHz. Todavia, com os futuros avanços, esses novos transistores poderão ser aplicados na fabricação de processadores mais eficientes, ou seja, dispositivos com baixíssimo consumo de energia e alto desempenho.

Cupons de desconto TecMundo: