Com o objetivo de diminuir o rombo nas contas públicos, o Governo Federal está planejando criar uma empresa de apostas esportivas pela internet. O projeto para a criação dessa companhia vai ser encaminhado para o Congresso Nacional e, assim como a loteria instantânea da Caixa Econômica Federal, poderá ser vendida para a iniciativa privada para a obtenção de ainda mais lucro.

Em entrevista para o site Valor, o secretário de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda, Mansueto Almeida, disse que ainda não há uma estimativa de quanto poderia ser arrecadado com a venda das duas empresas. Entretanto, especula-se que a negociação poderia chegar a R$ 8 bilhões, ajudando a alavancar a receita de R$ 55 bilhões que o Governo espera obter em 2017.

Governo Federal poderá criar empresa para permitir apostas esportivas pela internet

Privatização

Com a privatização dessas duas empresas, a captação de recursos será realizada via recebimento de tributos como Imposto de Renda (IR) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Ainda de acordo com o secretário, a iniciativa privada terá participação majoritária nessa operação.

Mansueto também acredita que a privatização da Lotex – que permitirá a exploração das chamadas "raspadinhas" – deva acontecer até março. Segundo estimativas do site Valor, os cofres públicos poderão obter cerca de R$ 4 bilhões pela concessão do serviço por 10 anos, dado que não foi confirmado pelo secretário, que apenas confirma que a privatização da companhia de apostas esportivas pela internet deve ter um retorno melhor do que a exploração das raspadinhas.

Cupons de desconto TecMundo: