A Google conseguiu recentemente o registro de uma patente bastante curiosa que foi enviada ao governo dos EUA em 2012. O documento traz diretrizes mostrando que a empresa pensou em criar um “bichinho de pelúcia inteligente”. Basicamente, haveria uma série de componentes eletrônicos dentro de um brinquedo, incluindo câmeras, chips e microfones. Com isso, um sistema similar ao Google Now seria instalado nele.

O brinquedo inteligente poderia então se conectar ao WiFi da casa da criança e interagir com ela através da compreensão de linguagem natural dos servidores da Google, praticamente a mesma coisa que temos hoje em nossos smartphones.

Além disso, o aparelho poderia também gesticular, coçando sua cabeça com a pata quando estivesse em dúvida, por exemplo. Outra possibilidade seria ajudar crianças a utilizarem equipamentos eletrônicos da sua casa. O brinquedo poderia controlar aparelhos de TV, DVD e até termostatos inteligentes, como os da Nest.

Não é necessário dizer que a aprovação dessa patente levantou preocupações sobre privacidade. Há quem diga que esse tipo de tecnologia deveria fazer parte de um filme de terror e não da vida de uma criança. Além do mais, a possibilidade de algo como esses brinquedos rastrearem atividades diárias de várias pessoas pode realmente ser um tanto arriscado. Para eliminar essas preocupações, a Google teria que construir um sistema de ativação que garantisse certa privacidade.

Cupons de desconto TecMundo: