Não é de hoje que a gigante das buscas possui seu próprio setor de comércio eletrônico, o Google Shopping. No entanto, embora ele permita que você compre produtos pela internet de alguns varejistas usando sua conta da Google Wallet, seria difícil dizer que o mecanismo atual da empresa pode ser considerado um rival a altura para competidores como a Amazon. Segundo uma reportagem do Wall Street Journal, isso pode estar prestes a mudar.

Agora, a empresa de Mountain View parece ter planos para entrar de vez na disputa com a criação de seu próprio botão de “compre agora”, permitindo que o público tivesse acesso facilitado à aquisição de produtos diretamente a partir da página de buscas do Google. Isso não significaria que a gigante das buscas abriria seus próprios armazéns, no entanto, já que as vendas continuariam sendo feitas por sites de outras companhias.

Além do novo botão, a estratégia da Google parece envolver também a criação de um plano similar ao Amazon Prime, em que varejistas selecionados ofereceriam envio de produtos dentro de dois dias em troca de uma assinatura anual. De acordo com o Wall Street Journal, não há confirmação de que qualquer uma dessas ideias está avançando no momento, ainda que façam muito sentido com base no posicionamento atual da empresa.

Encarando a concorrência

Segundo dados da consultoria Forrester, 39% dos compradores da internet residentes nos Estados Unidos no último trimestre começaram suas buscas diretamente no site da Amazon, enquanto somente 11% fizeram isso em mecanismos de busca como o Google. Por esse motivo, desenvolver métodos para permitir que o público pesquise e compre mais facilmente poder ser algo eficiente para tirar um pouco desse mercado das mãos da gigante das vendas.

Cupons de desconto TecMundo: