A Google vai lançar versões "só para baixinhos" de seus principais serviços em 2015. A informação partiu de Pavni Diwanji, vice-presidente de engenharia da empresa, que comentou a nova empreitada da Gigante de Buscas ao USA Today.

Não há qualquer data de lançamento prevista ou uma informação oficial, mas é provável que o buscador, o navegador Google Chrome e o YouTube sejam os primeiros a receber uma versão para um público com 12 anos de idade ou menos.

"O maior motivador dentro da empresa é que todos estão tendo filhos, então há um empurrão de mudança para que nossos produtos sejam divertidos e seguros para crianças", afirma o executivo.

Bom na prática

A tarefa da Google é criar algo que obedeça as regras e ainda ajude na supervisão da navegação das crianças. Esses produtos funcionariam como um controle parental, impedindo que certos assuntos saiam nas pesquisas, por exemplo, mas sem impor muitas limitações ao jovem.

Porém, o assunto é delicado. Usar dados fornecidos por crianças é ilegal de acordo com um ato a favor da privacidade infantil online da Federal Trade Comission, um importante órgão regulamentador dos Estados Unidos — a não ser que haja o consentimento dos pais, claro.

Cupons de desconto TecMundo: