Durante uma visita à sede da Native Instruments – startup de software e hardware especializada em produção musical – nessa última segunda-feira (13), o presidente-executivo da Google, Eric Schmidt, disse que considera a Amazon a principal concorrente da empresa no ramo de pesquisas online. Schmidt viajou para Berlim, na Alemanha, para justificar por que a companhia não deveria ser regulamentada como um “pedágio” da internet.

“Muitos pensam que nossos principais competidores são serviços como Bing e Yahoo. Porém, na verdade, nosso principal rival no ramo de buscas é a Amazon”, disse o executivo. Ele contou que geralmente as pessoas não consideram a Amazon um serviço de procura, mas, se você busca algo específico para comprar, muitas vezes vai direto para a página da empresa em vez de checar em sites de pesquisa.

A Google vem sofrendo processos de antitruste na Europa, sendo acusada de ter influência demais na web – com 90% do mercado de buscas online nas mãos. Além disso, páginas de consultas específicas, como Yelp (análise de comércios locais) e TripAdvisor (informações e opiniões sobre turismo e viagens), têm trazido à tona que o monopólio da Gigante vem prejudicando seus negócios.

Schmidt diz que a Google tem a mesma influência de empresas como Facebook e Amazon, e que eles não são tratados como portas de entrada obrigatórias para a internet. “A verdade é que a Google trabalha de forma bem diferente de outras companhias tratadas desse jeito e regulamentadas como tais. [...] Não somos uma rede de telecomunicação ou companhia elétrica, sem espaço para concorrência. Ninguém está preso ao uso exclusivo da Google”, relatou o executivo.

Cupons de desconto TecMundo: