Google Fit vai centralizar apps e wearables ligados a saúde e aos esportes

1 min de leitura
Imagem de: Google Fit vai centralizar apps e wearables ligados a saúde e aos esportes
Avatar do autor

A Google anunciou hoje em sua conferência em São Francisco, a I/O 2014, um novo set de APIs chamados de Google Fit. O objetivo desta plataforma é organizar todos os seus dados oriundos de diferentes sensores e medidores ligados a saúde e condicionamento físico. Ele vai permitir que os diferentes apps, wearables e dispositivos se comuniquem entre si e compartilhem informações.

A Google não deu tantos detalhes sobre como será o funcionamento deste novo produto, mas ao que parece sua flexibilidade dependerá mais dos diferentes aplicativos que ele estará relacionado do que da sua própria estrutura. Ele é muito parecido com o que a Apple está propondo com o seu Healthkit service para o iOS, onde aplicativos poderão acessar todo o perfil físico de seus usuários e compartilhar informações entre si além de programas de seguros de saúde.

Na conferência, a Google usou como exemplo o Noom, que normalmente é utilizado para você colocar o peso do seu corpo. Com o uso do Fit, este aplicativo poderá pegar dados de nutrição e malhação adquiridos por outros dispositivos conseguindo criar uma relação do seu ganho ou perda de peso e os seus hábitos diários.

Muitas parcerias para o Google Fit

Para fazer tudo funcionar a Google firmou um grande número de parcerias que incluem a LG, RunKeeper, RunTastic, Adidas, Basis, Nike e a Motorola. A empresa mencionou diversas vezes a presença de wearables, ainda que o único que tenha sido citado por nome foi o Fuel System da Nike.

Um kit de desenvolvimento para a plataforma será lançado dentro de poucas semanas, mas ainda não existe previsão para um lançamento do produto finalizado.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Google Fit vai centralizar apps e wearables ligados a saúde e aos esportes