Você já deve ter visto a logo do Google um incontável número de vezes, mas você sabe dizer quando ela mudou pela última vez? Recentemente ocorreu uma alteração ínfima na marca do buscador e poucas pessoas perceberam isso — foi realmente uma pequena alteração, pois poucos pixels foram mudados de lugar. Mas essa não é a única evolução da logo até hoje.

Considerando apenas as principais logos — ou seja, deixando Doodles de lado —, já são seis marcas utilizadas desde 1998, ano em que o serviço entrou no ar pela primeira vez. De lá para cá, é possível perceber que ocorreram algumas alterações bem interessantes no design da logo — sempre acompanhando as tendências e necessidades do mercado.

As primeiras criações

Entrando no ar em 1998, o buscador Google utilizava uma logo desenvolvida pelo mesmo do serviço. Estamos falando de Sergey Brin, que não precisou de Corel Draw ou Adobe Photoshop para o design da marca. Entusiasta dos softwares de código livre, ele só utilizou o GIMP para realizar toda a conceituação e execução do projeto.

No mesmo ano, a logo foi atualizada e passou a contar com um pouco mais de sombra projetada, além de ganhar a exclamação ao final de “Google!”, seguindo os passos do principal rival à época: o Yahoo!. Isso ficou em funcionamento por cerca de um ano, pois em 1999 foi colocada no ar a primeira logo com a fonte utilizada até hoje — já sem a exclamação.

A nova fonte e quase 11 anos de reinado

Como acabamos de dizer, em 1999 a Google introduziu uma nova fonte para a logo do buscador. Devido ao sucesso dela, por 10 anos e 11 meses não ocorreu qualquer mudança e nisso temos a marca que mais tempo ficou em evidência no maior buscador do mundo.

Somente em 2010 é que ocorreu uma pequena alteração no design dela. Nessa alteração, ocorreu a retirada das sombras projetadas, sendo mantidas apenas as internas. E isso ficou sendo utilizado por quase três anos, até o dia em que os visuais tridimensionais deixaram de ser atrativos comercialmente.

Seguindo a tendência bidimensional

Em 2013, o buscador Google viu sua logo perdendo todas as sombras e aspectos tridimensionais. Seguindo os conceitos vistos em grande parte dos designs internacionais, a marca passou a apresentar cores mais chapadas e mais leveza, sendo adequado a diversos tipos de telas e dispositivos — principalmente com os sistemas operacionais mais atuais.

E os Doodles?

É claro que os Doodles têm muita importância nessa história. Segundo a própria Google, a ideia surgiu quando os fundadores do serviço fizeram uma alteração na logo para homenagear o festival Burning Man — trata-se apenas de um homem atrás da segunda letra “O”. Isso foi muito bem recebido e acabou motivando a empresa em investir em novas interações.

Ao logo dos anos, diversos outras homenagens a datas, acontecimentos e pessoas foram feitas. Em todo o mundo, já são mais de 2.000 Doodles dos mais diversos tipos, desde os estáticos até os dinâmicos com jogos e vídeos. E é preciso dizer que existe uma equipe de “Doodlers” totalmente dedicada à criação desses projetos.

Cupons de desconto TecMundo: