Lembra-se do alvoroço causado pelo lançamento do Google Wave, na metade de 2009? Pois tudo aquilo foi em vão. A empresa anunciou oficialmente esta semana que o serviço vai ser descontinuado a partir do ano que vem. Chamado de “sucessor do email” por muitos, o serviço recebeu duras críticas dos usuários por conta de sua interface complicada e pouco intuitiva.

Segundo o comunicado divulgado no blog oficial do Google, a aprovação dos usuários ficou aquém do esperado, mesmo com vários fãs que conseguirem durante esse tempo. O motivo para o fracasso da tecnologia, ainda segundo a página, foi a mudança radical na forma de comunicação oferecida pelo Wave.

Google Wave

Já para os usuários, este não foi o único motivo. Além de não conseguirem compreender a real utilização da plataforma, o funcionamento não era nada simples, além de contar com vários bugs. Apesar de ser anunciado como um misto de email com rede social e mensagens instantâneas, não havia uma integração funcional entre todos esses serviços.

Além disso, por ser um sistema de compartilhamento colaborativo de arquivos e informações, a dificuldade em chamar os amigos também desagradou os usuários. Como era necessário um convite para ingressar no Google Wave, muitas pessoas se cadastraram e não tiveram com quem interagir, o que dificultou sua compreensão.

Onda de migração

Entretanto, quem utiliza o Google Wave não precisa se preocupar. A empresa vai continuar com o serviço até o fim deste ano e informou que vai desenvolver uma forma para facilitar a migração de dados e arquivos para outras plataformas, que não foram citadas.

Compartilhamento

Além disso, o anúncio também diz que vários elementos existentes no Wave serão aproveitados em outros projetos, como a possibilidade de arrastar e soltar arquivos na página e a digitação “ao vivo”, que exibe cada caractere sendo digitado individualmente.

Segundo a Google, o código-fonte e os protocolos dessas funções estão disponíveis dentro do próprio site para que outras pessoas possam criar novos recursos. “Muitas das inovações do Wave já estão disponíveis em código aberto para que clientes e parceiros possam dar continuidade à invenção que nós começamos”, afirma o comunicado.

Cupons de desconto TecMundo: