(Fonte da imagem: Reprodução/WhatsApp)

De acordo com o site Digital Trends, a Google estaria em fase final de negociação para a compra do popular serviço de mensagens instantâneas WhatsApp, com um valor próximo a 1 bilhão de dólares.

A publicação informa que a negociação começou há cerca de quatro ou cinco semanas e que o grupo WhatsApp está “se fazendo de difícil” e exigindo um maior valor da Google. Se chegarem a  um acordo, o WhatsApp será a próxima aquisição de 1 bilhão de dólares da internet depois da compra do Instagram pelo Facebook no ano passado.

O disputado mercado das mensagens instantâneas

O crescimento dos serviços de mensagens instantâneas tem colocado as principais empresas da internet correndo atrás dos aplicativos mais populares. O próprio Facebook já teria mostrado interesse em adquirir o WhatsApp em dezembro do ano passado, mas agora é a Google que parece sair na frente com a negociação.

A compra de um serviço como o WhatsApp representa uma maneira de empresas como a Google e o Facebook de renovar seus modelos de negócio e de ampliar os mecanismos de interação entre seus usuários. A Google, por exemplo, estuda unificar as plataformas de comunicação de sua rede e o WhatsApp poderia ser integrado ao suposto projeto Google Babel.

A resposta do Facebook para não perder a revolução dos aplicativos de trocas de mensagens veio através do Facebook Home, anunciado recentemente. A ferramenta, que estará disponível para Android a partir do dia 12 de abril, tem a interação e o serviço de mensagens entre os contatos no centro do aplicativo, que funcionará como uma espécie de “skin” para o smartphone.

Apesar de não soar tão diferente quanto o aplicativo já disponível do Facebook para aparelhos móveis, o novo serviço sugere uma experiência nova de troca de mensagens, revitalizando o chat da maior rede social da internet. O anúncio da compra do WhatsApp pela Google pode ofuscar o lançamento do Facebook Home nos próximos dias.

Quanto vale o WhatsApp?

O WhatsApp é hoje o serviço de troca de mensagens mais popular em todo o mundo, especialmente nos países da Europa e da América Latina, como o Brasil, a Espanha, Portugal e a Alemanha. Em algumas regiões, o aplicativo chega a ter uma penetração em mais de 80% do mercado de smartphones.

Na véspera de Ano Novo, o serviço registrou um total de 18 bilhões de mensagens trocadas entre os usuários. O WhatsApp é frequentemente o app pago (ele cobra anuidade a partir do segundo ano) mais baixado em mais de 100 países e o aplicativo já passou dos 100 milhões de downloads na Google Play. Esse volume de dados e de usuários em atividade é o que está fazendo a Google aumentar cada vez mais a oferta pelo aplicativo.

Cupons de desconto TecMundo: