(Fonte da imagem: iStock)

A Google foi condenada nesta semana a pagar uma indenização no valor de 200 mil dólares australianos (o equivalente a R$ 426 mil) por divulgar material que associava um homem a mafiosos. O cidadão em questão era Milorad Trkulja, de 62 anos, que recebeu um tiro nas costas em 2004 em um caso que nunca foi esclarecido.

Segundo Trkulja, a Google veiculou um material na imprensa que sugeria que ele era uma figura criminosa importante em Melbourne, na Austrália, e que tinha sido vítima de um acerto de contas. As buscas do site o associavam aos meliantes da cidade, incluindo o chefe criminoso Tony Mokbel.

Perante a Suprema Corte de Victoria, a Google afirmou que havia se limitado a divulgar material produzido por terceiros. Entretanto, o juiz do caso alegou que a empresa estava ciente do assunto e, ainda assim, não tomou medidas quando a vítima, a partir de 2009, denunciou a divulgação do conteúdo.

Cupons de desconto TecMundo: