O Hero é o primeiro celular da HTC a carregar a experiência HTC Sense, um pacote de adaptações do sistema Google Android. Norteada por três princípios – Make it Mine (Faça-se meu), Stay Close (Fique por perto) e Discover the Unexpected (Descubra o inesperado) – o Sense permite que o usuário aproveite ao máximo a experiência oferecida pelo Android neste aparelho.

Make it Mine

HTC Hero e as Scenes da interface Sense

As opções de personalização do Hero estão todas sob a alcunha “Faça-se meu”. Desde as possibilidades presentes em todos os aparelhos, como a troca de imagens de fundo, até algumas opções só existentes em telefones de tecnologia mais avançada, como a criação de widgets – pequenos programas de funções limitadas – na tela inicial e personalização de menus.

Mas o Make it Mine não se restringe aquilo que outros aparelhos já fazem. O Sense permite que você determine como vai usar seu telefone a cada momento, através da criação de Scenes – Cenas – que funcionam um pouco como perfis de utilização. Essas Cenas – criadas pelo usuário – possibilitam limitar os widgets disponíveis, as informações acessadas e os aplicativos que podem ser inicializados dentro de cada seleção. Com isso, os perfis do telefone deixam de ser apenas mudanças nos toques sonoros, para ser transformações reais da utilização do aparelho.

O Nokia E71 – com o botão de troca de perfil de uso – foi o primeiro a agir dessa forma, porém limita o usuário aos perfis de trabalho e diversão. No Hero, entretanto, é possível criar uma Cena para cada tipo de utilização que você possa imaginar.

Stay Close

Informação centralizada de contatosCom a quantidade de informação que cada pessoa gera hoje, é difícil lembrar de todos os pontos em que esses dados podem ser encontrados. Redes sociais, email, comunicadores instantâneos, telefone, SMS e etc, tudo isso é centralizado por contato, no Hero.

Assim, é possível encontrar facilmente a última twitada de alguém com quem você trocou emails semana passada, apenas deslizando o dedo pela tela. A centralização da informação também facilita a comunicação, pois o aplicativo de emails do Hero – por exemplo – permite que o usuário arranje as mensagens enviadas e recebidas como uma conversa de maneira semelhante à possível no Gmail.

Essa mesma facilidade com textos também é possível com outros tipos de entrada. Por exemplo, logo depois de conferir o perfil no Twitter de um contato, você pode abrir os álbuns de fotografias do Facebook e do Flickr também com um toque na tela.

Discover the Unexpected

A última parte do tripé de sustentação da experiência Sense que a HTC inclui no Android para o Hero é composta de tecnologia. Boa parte dela, entretanto já é encontrada em outros aparelhos, porém nunca antes dessa forma, num telefone rodando sob o Google Android.

Além de tudo que se espera num telefone de última geração, como GPS, tela sensível a toque, internet sem fio por wi-fi e 3G, algumas novidades interessantes também aparecem.

Ao contrário dos outros aparelhos funcionando sob Android, que normalmente apresentam três telas de acesso rápido, ou homescreens, o Hero suporta até sete destas, completamente customizáveis.

Falando em internet, o Hero é o primeiro telefone operando sob o Android a contar com suporte completo à flash, permitindo a completa experiência da internet. Ao acessar uma página com conteúdo Flash, clicando duas vezes sobre o mesmo irá transformar a animação em full-screen. Isso vale para filmes do YouTube, joguinhos online ou qualquer outro tipo de aplicativo Flash. Para facilitar a leitura de páginas, tanto o duplo-clique como os movimentos de afastar ou aproximar dois dedos permitem o zoom em áreas determinadas da tela do navegador.

O GPS do Hero também apresenta algumas funcionalidades novas interessantes. Quando em viagem, o aparelho reconhece sua posição e relaciona com a cidade onde o usuário se encontra, atualizando os dados de tempo e clima automaticamente.

Como qualquer outro celular que se preze, o Hero também dispõe de funcionalidades multimídia. Tanto o player de vídeo quanto o tocador de mp3 podem ser colocados em uma das várias homescreens, facilitando o acesso à biblioteca de mídia. A câmera do Hero tem 5 Mpixel de resolução, com capacidade de filmagem, mas não dispõe de flash.

O aparelho

HTC HeroA configuração de hardware do HTC Hero é de alto nível. O processador é um Qualcomm MSM7200A, com 528MHz de velocidade, e com 512 Mb de memória ROM e 288 Mb de memória RAM, o aparelho deve resistir a testes de performance bem pesados. O espaço de armazenagem pode ser expandido através de cartões miniSD de alta capacidade, inclusive os de padrão SD 2.0.

O aparelho mede 112 x 56,2 x 14,35 mm, sendo um pouco grande para o padrão de telefonia, mas é menor que os 115 x 61 x 11,6 mm do iPhone, sendo apenas um pouco mais grosso. O conforto de utilização é dado por um acabamento de Teflon, mais resistente a riscos e manchas, além de antiderrapante e agradável ao tato. O Hero pesa apenas 135 gramas com a bateria, o mesmo peso do telefone da Apple em sua última versão. A tela de 3,2 polegadas, com resolução de 320 x 480 pixel, tem definição de HVGA.

Em termos de conectividade, o Hero suporta redes HSDPA/WCDMA 900/2100 MHz, conseguindo taxas de transferência – dependendo da operadora – de 2 Mbps de upload e 7,2 Mbps de download. Em redes GSM/GPRS/EDGE, as frequências de utilização são de 850/900/1800/1900 MHz.

O teclado do aparelho é Qwerty e virtual, semelhante ao encontrado em outros aparelhos touchscreen. O controle também pode ser feito – além da touchscreen – através de uma trackball colocada na parte inferior do aparelho. Com isso, você pode sempre escolher qual a maneira mais prática de utilizar seu telefone, e a trackball é especialmente útil em sites com links renderizados em fontes pequenas.

Uma das diferenças do Hero em relação a outros aparelhos da HTC é a existência de um conector para fones de ouvido de 3,5 mm, ao invés dos utilizados antes, de 2,5 mm.

Cupons de desconto TecMundo: