A atriz já prestou depoimento sobre o caso. (Fonte da imagem: Reprodução/G1)

A polêmica em torno do vazamento de fotos íntimas de Carolina Dieckmann deve parar nos tribunais. Depois de notificar o Google a retirar os sites que continham as imagens das páginas de resultados e ter o pedido negado pela empresa, os advogados da atriz vão acionar judicialmente a página de busca.

De acordo com a INFO, o argumento é de que o site deveria ter responsabilidade ética e não manter os links, já que se trata de um caso público. O Yahoo e um servidor de imagens que continha as fotos retiraram todos os endereços suspeitos do ar nos últimos dias.

Apesar de vários sites terem sumido do índice de buscas, o Google afirmou em nota oficial que não interfere nos códigos que classificam os resultados da pesquisa – o que tornaria o processo inválido, já que o site só retira os conteúdos se a negociação ocorrer com quem originalmente hospedou as fotos.

Fonte: INFO, G1

Cupons de desconto TecMundo: