(Fonte da imagem: Annie Tritt/The Wall Street Journal)

Faz mais de um ano que não ouvimos falar no projeto de carro automático da Google, que estava em período de testes e não parecia ter avançado muito. Agora, pode ser que o projeto finalmente tenha começado a acelerar: de acordo com o The Wall Street Journal, a empresa foi a Detroit para conversar com montadoras dispostas a produzir os primeiros modelos.

Apelidada de Motor City, a cidade concentra a sede de várias multinacionais da área. O objetivo dos representantes da divisão de carros automáticos é tentar estabelecer parcerias com montadoras a  partir de conferências e amostragens do que foi desenvolvido até agora. Por enquanto, nenhuma união foi fechada, principalmente porque algumas das fabricantes buscam suas próprias tecnologias de pilotagem automática.

E o projeto ainda está em marcha lenta: a Google afirma que os softwares que permitem a direção automática ainda precisam de ajustes, os sensores ainda são caros e não tão eficientes e faltam “milhões de quilômetros” de testes até que um veículo  chegue ao mercado. Além disso, apesar de confiar em sua própria tecnologia, a gigante de Mountain View precisa encontrar uma companhia de seguros disposta a cobrir eventuais acidentes.

Fonte: The Wall Street Journal

Cupons de desconto TecMundo: