(Fonte da imagem: iStock)

Antes de comprar algum jogo ou produto, você costuma procurar análises de outros consumidores? Se sim, você deve saber que em muitos casos há comentários negativos sobre aos itens – e que não são raros os casos em que eles se parecem muito uns com os outros. Pois não ache que você está enganado, realmente há pessoas que se dedicam a espalhar mentiras sobre os produtos, utilizando frases genéricas e de pouco conteúdo para denegrir a imagem deles.

Pensando em identificar esse tipo de texto, a Google encomendou um algoritmo especial para a Universidade de Chicago (EUA). Segundo mostrado pelo The Register, o sistema deve identificar e desabilitar comentários que sejam criados por organizações ou pessoas dedicadas a espalhar mensagens falsas sobre produtos ou serviços – sendo considerados spammers.

O algoritmo, que se chama GSRank e está em fase de testes, promete ser capaz de diferenciar comentários criados por pessoas que realmente testaram os produtos e outras que só estão espalhando calúnias pela internet. Para isso, são utilizados vários tipos análises dos textos através do novo sistema:

  • Intervalo de tempo: grupos que trabalham para destruir a reputação de um determinado produto costumam agir em intervalos de tempo regulares. A similaridade dos textos pode ser facilmente identificada.
  • Desvio: como são contratados para um mesmo fim, os usuários que postam comentários inverossímeis costumam seguir uma mesma linha de texto. Sendo notado um desvio em relação às análises genuínas, identifica-se o spammer.
  • Similaridade de conteúdo: como dissemos no item acima, comentários falsos seguem uma mesma linha de conteúdo.
  • Primeiros comentários: as primeiras análises sobre determinado produto, geralmente são as que mais influenciam as seguintes. Por essa razão, é comum que os spammers queiram ser os primeiros a realizar os envios. Esse tipo de comportamento também pode ser identificado pelo algoritmo.

Cupons de desconto TecMundo: