(Fonte da imagem: Google)

O jornal inglês The Register publicou na última quarta-feira (27 de julho) informações de que o  Gabinete do Comissário de Informação  (ICO) do Reino Unido  está investigando as novas regras de verificação de identidade do Google. Ao proibir o uso de identidades falsas, a gigante de buscas pode estar em conflito com as leis de privacidade da União Europeia.

De acordo com o 18º item da Diretriz de Privacidade Eletrônica em vigor no continente europeu desde 2003, qualquer pessoa usando um serviço de comunicação que crie uma lista pública de usuários tem a liberdade de determinar quais os dados que podem ser publicados – incluindo seu nome. Caso a violação seja comprovada, pode significar a imposição de pesadas multas à rede social da Google.

A decisão da empresa em banir os usuários que não desejam divulgar suas informações já causa polêmica, como prova a decisão de expulsar os perfis particulares da rede social. A nova política já repercutiu em serviços como o Gmail e o YouTube, que agora exigem que novos usuários utilizem nomes reais para efetuar o registro. Outra consequência é o banimento silencioso que a companhia realizou em diversas contas feitas de forma anônima.

Mudanças no processos de notificação

O Vice Presidente de Gerenciamento de Produtos da Google, Bradley Horowitz respondeu às criticas afirmando o Google+ ainda é um trabalho em progresso, e que todas as reclamações dos usuários serão consideradas. Segundo ele, o debate sobre a transparência exigida pela empresa é algo que deve perdurar ainda por certo tempo.

(Fonte da imagem: Google+)

O funcionário admite que muitas das violações detectadas surgiram a partir de boas intenções ou acidentes, e promete uma revisão do processo de banimento dos usuários. As mudanças deverão ocorrer principalmente no processo de notificação, que dará mais chances para que a pessoa corrija os problemas detectados antes de ser expulsa da rede social.

A Google anunciou que a política de banimentos só será aplicada ao Google +, o que significa que usuários anônimos continuarão podendo acessar os demais serviços da companhia. Porém, isso só se aplica a quem possui uma identidade antiga, já que novos membros não possuem alternativa a não ser criar logins informando seus nomes reais.

Cupons de desconto TecMundo: