Um dos recursos mais interessantes a ser adicionado ao Android recentemente deve ser portado para outros produtos da família Google. Chamada de Instant Tethering, a funcionalidade permite que dispositivos específicos utilizem automaticamente a rede de dados do seu celular caso seja necessário realizar algum tipo de ação na web. A ideia da Gigante das Buscas é que a ferramenta passe a funcionar nativamente em boa parte dos aparelhos das linhas Pixel e Nexus.

Segundo a empresa, celulares como Pixel, Pixel XL, Nexus 6, Nexus 5X ou Nexus 6P que já estiverem rodando a versão 7.1.1 do Android Nougat podem fazer o papel de servidores de internet para outros equipamentos da linha que estejam cadastrados na mesma conta Google. Por enquanto, o objetivo parece ser fazer com que tablets como o Pixel C interajam com os smartphones listados para pedir uma espécie de compartilhamento de plano de dados.

Ficar conectado no seu Pixel C deve ser ainda mais fácil a partir de agora

Para mostrar como o processo é simples e fácil, Omri Amarilio, gerente de produtos da companhia, explicou o passo a passo de toda a conversa entre os gadgets. De acordo com o executivo, basta desbloquear seu tablet para que ele confira se há alguma conexão disponível. Caso a resposta seja negativa, ele pergunta se o seu celular Pixel ou Nexus está com a internet ativada e se tem bateria suficiente para criar um hostspot seguro entre ambos os dispositivos.

Se a carga do smartphone estiver boa, a rede é habilitada sem qualquer tipo de complicação – não é preciso nem tirar o telefone do bolso ou mesmo desbloqueá-lo. Detalhes como senha e configuração manual também são deixados de lado, já que o próprio sistema de Instant Tethering cuida dessa parte de proteger a conexão. O mais legal, segundo Amarilio, é que a ferramenta fica de olho na atividade do aparelho secundário e na bateria do primário.

A ideia parece ser boa e acaba trazendo um pouco das facilidades do ecossistema da Apple para a plataforma da Google

Na prática, isso significa que, caso a energia do “servidor” caia para abaixo de um certo nível ou o tablet fique ocioso por algum tempo – geralmente após dez minutos de inatividade –, a conexão entre a dupla é automaticamente desfeita. A ideia parece ser boa e acaba trazendo um pouco das facilidades do ecossistema da Apple para a plataforma da Google. Resta saber se, futuramente, a empresa planeja expandir o recurso para os Chromebooks, já que esses notebooks dependem bastante da internet para funcionar a todo o vapor.

Cupons de desconto TecMundo: