Reguladores de antitruste da União Europeia preencher uma queixa de 150 páginas criticando as práticas locais da Google. De acordo com o reguladores, a companhia precisa parar de pagar incentivos financeiros aos fabricantes de dispositivos em troca da instalação exclusiva do Google Search.

Caso não saiba, as leis antitruste existem para restringir e opor à formação de cartéis e combinações monopolísticas. No caso, a comissão europeia acredita que a Google está usando a própria posição dominante no mercado para bloquear o crescimento de outras empresas. Como notou o The Next Web, o documento também fazer com que a Google pare de oferecer descontos para fabricantes que instalarem a Google Play Store junto com o Search.

A Microsoft já pagou mais de R$ 1 bilhão para a comissão

Com a queixa entregue, se a Google não cumprir com as determinações ela deverá ter que pagar uma multa alta. "Será em um nível suficiente para garantir uma dissuasão", comentou a comissão europeia.
Valores não foram citados, mas a multa deve incluir o lucro gerado por AdWords, buscas no Google Search, compras da PlayStore e anúncios dentro de aplicativos.

Essa também não é a primeira vez que a comissão vai atrás de grandes companhias por práticas anticompetitivas: em 2004, ela ordenou que a Microsoft pagasse 497 milhões de euros (R$ 1,7 bilhão) por lançar uma versão do sistema operacional Windows sem o Windows Media Player.

Cupons de desconto TecMundo: