Durante os últimos meses, o Google alimentou seu sistema de inteligência artificial com 2,865 livros de romance com o objetivo de melhorar sua habilidade de se relacionar com o usuário. Entre os títulos estão Amor Incondicional, Estilhaça-Me e Desejo Fatal.

Considerando que os livros românticos seguem uma estrutura bem parecida entre si, o computador foi capaz de produzir sentenças por conta própria de maneira mais dinâmica e natural.

Amar, rezar e buscar

Em entrevista ao site BuzzFeed, engenheiro de software que lidera o projeto, Andrew Dai, disse que, devido à falta de criatividade do mercado, esse é o melhor tipo de literatura para o trabalho. “A garota se apaixona pelo garoto, o garoto se apaixona por uma garota diferente. Tragédia romântica”, exemplificou ele.

O objetivo final do projeto é que a inteligência artificial entenda melhor o usuário e consiga se expressar de maneira “mais humana”. Além de utilizar os resultados na ferramenta de buscas, o Google também espera incrementar o recurso de respostas automáticas “Smart Reply”.

O buscador do Google já foi grosseiro com você ou ele te entende? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: