De acordo com fontes vindas do site The Information, a Google pode, em um futuro próximo, lançar uma incubadora de startups feita especificamente para seus empregados. Com o nome de Area 120, a nova divisão da empresa teria surgido após a Gigante perder vários de seus funcionários, que deixaram a companhia para dar vida aos seus próprios empreendimentos.

Para quem não sabe, a Google já incentiva seus empregados a criarem projetos pessoais e, para isso, permite a eles usar um quinto de suas horas de trabalho semanais – conhecido por muitos como “Projetos 20%”. O objetivo da Area 120, porém, é permitir que seus funcionários estendam o tempo de seu projeto para desenvolvê-lo em tempo integral.

Tudo o que um funcionário da empresa precisa fazer, para isso, é enviar para a Google seu plano de negócios. Se aceito, o empregado passa a trabalhar apenas no projeto dentro da companhia. Resumindo: o funcionário ganha toda a estrutura da empresa para trabalhar e ainda tem uma “rede de segurança” caso a startup dê errado, enquanto a Google mantém seus empregados.

Será suficiente?

Por um lado, não há como negar que a ideia tem bastante mérito. Além de manter a companhia e seus empregados ainda ligados, a companhia diminui as chances de ganhar novos concorrentes diretos, visto que isso já ocorreu com muitos de seus ex-funcionários.

Isso, no entanto, pode não ser suficiente para acalmar a sede de muitos trabalhadores. Pelo fato de hoje não ser exatamente difícil conseguir o financiamento necessário para uma pequena startup – principalmente no Vale do Silício –, o site nota que vários dos funcionários da Google podem preferir seguir seu próprio caminho pela simples liberdade que isso oferece.

Visto que conseguir o financiamento para uma pequena startup não é difícil no Vale do Silício, vários funcionários podem preferir seguir seu próprio caminho pela simples liberdade que isso oferece

Exemplos disso não faltam, de fato. Temos casos como o de Kevin Systrom, que largou a Google após dois anos de trabalho para criar o Instagram, bem como o de Regina Dugan, que recentemente deixou o cargo de chefe de Desenvolvimento de Tecnologias Avançadas para se unir ao Facebook.

Uma vez que esses são apenas rumores e que a própria Google não confirmou qualquer informação, não há como saber como o Area 120 vai funcionar em detalhes nem quando ele vai entrar em funcionamento – que dirá então se essa nova divisão vai se tornar realidade.

Mesmo assim, considerando que a perda de funcionários não é nada boa para a Gigante de Mountain View e que encubar startups pode ser bastante benéfico para a empresa, não seria nenhuma surpresa ver a divisão sendo revelada em um futuro bem próximo.

Já pensou em abrir a sua própria startup? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: