A Google e a organização UNICEF se juntaram para ajudar no combate ao vírus Zika, que está cada vez mais presente no território brasileiro e em outras localidades da América Latina. A gigante das buscas está usando dados fornecidos pela nova parceira para criar uma plataforma open-source que mapeia o espalhamento do vírus e também as pesquisas a respeito de sintomas, por exemplo.

A equipe voluntária está construindo uma plataforma para processar dados de diferentes fontes para criar uma forma prática de visualizar padrões ou possibilidades de epidemia baseados em variáveis como clima e turismo. A ideia é que governos e instituições usem o resultado para saber dos locais mais necessitados ou que possam receber trabalhos de prevenção antes que seja tarde.

E o trabalho é grande: por este mapa, dá para notar o aumento nas pesquisas sobre o tema em todo o mundo a partir de outubro de 2015, com foco especial na América Latina e no Brasil.

Mais projetos

Além disso, no sistema de busca, informações sobre sintomas, prevenção e outras informações gerais a respeito da doença foram incluídas na própria interface do Google de forma mais completa se você pesquisa o tema.

Criadores de conteúdo, da Vila Sésamo ao médico Dráuzio Varella, também trabalharão com o Google para publicar ou fornecer informações relacionadas com a doença. Foram doados ainda um total de US$ 1,5 milhão para trabalhos de prevenção, pesquisa e combate ao Zika realizados pela UNICEF e pela Organização Panamericana de Saúde (PAHO).

Cupons de desconto TecMundo: