A disputa pelo público no segmento de streaming via áudio anda bastante acirrada, e, nessa briga entre grandes nomes, um mercado lucrativo como o Brasil não fica de fora. Embora o Spotify tenha uma parcela fiel de aficionados no país, a Google não está deixando por menos e finalmente lança por aqui o plano Família de seu Google Play Música. Anunciada internacionalmente no ano passado, a modalidade chega com preço bastante atraente e pronto para bater de frente com os concorrentes.

A novidade deve agradar principalmente quem quer economizar uns trocados ao acrescentar mais um serviço de assinatura da web aos seus gastos mensais, principalmente amigos e familiares que já estão acostumados a rachar versões mais parrudas do Netflix ou mesmo do Spotify. Atualmente, a plataforma de áudio da Gigante das Buscas exige um pagamento de R$ 14,90 por mês para cada usuário, com os primeiros 30 dias saindo de graça caso você seja um novo assinante do produto.

Com o plano Família, o Google Play Música passa a abranger até seis integrantes, com cada um podendo acessar o serviço em dez dispositivos diferentes e mantendo suas próprias listas de reprodução e conteúdo offline – sem limite de canções ou propagandas durante a execução dos arquivos. O preço também fica consideravelmente mais convidativo: R$ 22,90. Mesmo se você dividir a conta com apenas um conhecido, por exemplo, a brincadeira já vale a pena. Em seis pessoas, o valor atinge seu benefício máximo, saindo por R$ 3,82 por cabeça.

Tudo fica ainda mais atrativo quando comparado a outras soluções disponíveis em território nacional, como a assinatura do Apple Music com compartilhamento familiar habilitado, que não sai por menos de US$ 7,99 (R$ 31,92) mais taxas de transação internacional, e o Spotify Family, que pode variar entre R$ 22,35 e R$ 44,90 – dependendo do número de pessoas extras além do usuário original, com um máximo de quatro adições ao plano.

Configurando tudo

Caso tenha ficado interessado na oportunidade de poupar um dinheiro razoável com a nova modalidade de compartilhamento, saiba que o processo de assinatura é bastante simples e pode ser feito em poucos minutos. Primeiramente, é preciso que um dos usuários sirva como gestor da família – sejam realmente parentes ou amigos –, que todos os outros também possuam uma conta Google e que a operação seja feita a partir de um dispositivo Android – embora a reprodução funcione tanto nesse sistema como no iOS e em navegadores.

Esse administrador precisa inicialmente ativar o serviço Google Play Música na sua conta para ter acesso às opções de assinatura. A partir daí, é só ir até o menu de configurações na seguinte sequência “Subscrever > Família > Configurar família > Iniciar > Continuar” e inserir um método de pagamento válido, seja cartão de crédito ou cartão pré-pago da loja virtual. Com isso feito, basta convidar cada pessoa para a família, com cada um deles recebendo um email de confirmação do processo.

Uma vez que tudo esteja acertado, basta aproveitar as mais de 35 milhões de faixas oferecidad pela plataforma. Vale notar que, embora seja possível limitar a compra de itens no estilo microtransação nesse grupo, como toda a equipe compartilha do mesmo método de pagamento, pode haver cobranças adicionais por conta da compra de aplicativos ou itens pagos na Google Play – fazendo com que você precise realmente confiar nos outros integrantes ou opte por cartões com valores fixos.

O plano Família chega ao Brasil pouco tempo depois de fazer sucesso na primeira leva de países na mira da Google – mais especificamente Austrália, Canadá, França, Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos –, mostrando que o mercado nacional tem uma grande importância nos planos da empresa para a América Latina.

Você já testou o serviço de streaming da música da Google? Comente no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: