Segundo o que foi publicado no site do Washington Post, algumas buscas que contenham a palavra "nigger", que é um termo considerado racista para "negro", estão direcionando os usuários para a Casa Branca, lar do Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

Se você procurar por termos como "nigger king" ou "niggahouse", será direcionado para a avenida Pennsylvania, 1.600. Pelo menos, até o fechamento desta notícia, o fenômeno ainda estava acontecendo.

"Alguns resultados inapropriados que sugiram no Google Maps não deveriam aparecer, e nos desculpamos por qualquer ofensa que isso possa ter causado", afirmou a Gigante das Buscas. "Nosso time está trabalhando para consertar isso rápido".

Essa não foi a primeira vez que o serviço de mapas da Google sofreu "vandalismo". No mês passado, foi feita uma brincadeira para que uma loja com nome parecido com o de Edward Snowden, que vazou informações secretas da NSA, aparecesse dentro da Casa Branca. Semanas depois, foi descoberto um desenho da mascote do Android urinando sobre o símbolo da Apple no Paquistão. Por conta desses problemas, a Google desativou o serviço de edição de mapas.

Cupons de desconto TecMundo: